Clique para falar via WhatsApp

Clique para fale pelo Skype

Clique para falar com um corretor

Clique para acessar nosso Instagram

Clique para acessar nosso canal no Youtube

Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

No Brasil, muitas pessoas sonham em adquirir sua própria casa ou apartamento. Como os preços são muito altos para a maioria da população, é muito comum as pessoas recorrerem ao financiamento imobiliário. Há bancos privados e públicos que financiam uma parte ou quase todo o valor do imóvel, parcelando a quantia devida em meses e anos.

Existem várias formas de financiamento, direcionados aos mais diversos perfis de cliente, inclusive considerando o padrão socioeconômico. Para desmistificar esse assunto, montamos este post para esclarecer as suas dúvidas sobre como financiar seu imóvel. Confira!

Passo 1: entenda que é financiamento imobiliário

O financiamento imobiliário é uma forma de pagamento que facilita a compra de um imóvel desejado pelo cliente. Cada instituição financeira tem seus tipos de serviços voltados para o atendimento a esse propósito.

Uma das instituições mais procuradas é a Caixa Econômica Federal, pois suas modalidades de financiamento conseguem suprir as expectativas de grande parcela da população brasileira e podem ser destinados a construir, reformar, finalizar ou comprar seu imóvel novo ou usado. Para fazer ter uma ideia de quanto terá que despender para adquirir um imóvel, o interessado não precisa nem ir até a agência. Basta entrar no site da CEF e fazer uma simulação.

Em princípio, os bancos têm algumas exigências para que o cliente possa efetivar o financiamento:

  • comprovação de capacidade de pagamento (renda superior ao valor da parcela estipulada no financiamento – o percentual é determinado pela instituição);
  • além de ser maior de idade, é preciso também ser brasileiro nato ou naturalizado;
  •  o imóvel pretendido deve estar localizado no município onde o cliente atestar residência durante mais de um ano.

Tipos de financiamento

Atualmente, no Brasil, são dois os tipos mais comuns de financiamento.

  • Sistema Price: as parcelas são fixas e a maior parte da primeira prestação é formada por juros.
  • SAC – Sistema de Amortização Constante: o valor das parcelas diminui gradativamente ao longo do tempo.

Na prática, a principal diferença é que as primeiras parcelas do Price são mais baixas em relação às do SAC. Entretanto, se considerarmos que as parcelas pelo SAC vão diminuindo, em determinado momento a parcela dessa modalidade fica menor. E no saldo final, o financiamento global sai mais barato no SAC.

Passo 2: veja como está o seu CPF

Os bancos e empresas têm um programa do Serasa Experian que pesquisa o CPF de qualquer pessoa com o objetivo de saber se é uma boa pagadora ou não. É conhecido como Cadastro Positivo. Para aumentar sua chance em conseguir um financiamento imobiliário é recomendável pagar as contas em dia, uma vez que terá uma boa imagem diante das instituições financeiras. E existe um jeito bem fácil de fazer esse acompanhamento. É só fazer o seu cadastro no site Serasa Consumidor.

Outra boa estratégia é abrir uma conta no banco do qual deseja contrair o empréstimo e movimentá-la com responsabilidade. Isso também ajudará na aprovação do seu crédito, pois o gerente do banco verá que você é um bom cliente.

Passo 3: escolha o imóvel de sua preferência

Antes de procurar o banco, é recomendável analisar os imóveis que já estão à venda no mercado. Mas além de pesquisar o valor da casa ou apartamento, é preciso tomar outros cuidados.

No caso do imóvel usado, por exemplo, vale a pena verificar se os impostos e a documentação estão em dia ou se não faz parte de algum inventário de herança.

Passo 4: procure o banco e formalize o pedido

Por fim, procure um banco e demonstre seu interesse em contratar o empréstimo. Você precisará apresentar uma documentação específica: RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de renda mensal atualizado.

Além disso, o proprietário do imóvel em questão precisará apresentar a Certidão de Inteiro Teor do imóvel conforme registrado em cartório.

Todas essas informações e documentos serão estudados pelos representantes da instituição financeira. Quando o cadastro do financiamento imobiliário for aprovado, o banco entrará em contato com o cliente para que possa prosseguir com o processo de aquisição da sua casa ou apartamento.

E aí? Gostou do nosso guia para conseguir o financiamento imobiliário? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais!



Rua Professor Augusto Ruschi, Nº 3233, Esquina com Av. Luciano das Neves, Praia de Itaparica, Vila Velha - ESCEP 29102-065
Rua Henrique Moscoso, Nº 717, Ed. Vila Velha Center, Praia da Costa, Vila Velha - ESCEP 29100-021