Clique para falar via WhatsApp

Clique para fale pelo Skype

Clique para falar com um corretor

Clique para acessar nosso Instagram

Clique para acessar nosso canal no Youtube

Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Ao pensar em comprar um imóvel, você começa a avaliar as suas opções e logo pensa em financiar a casa própria. Afinal o financiamento é uma ótima forma de realizar o sonho de comprar uma casa, mas é preciso estar atento às restrições dessa modalidade de pagamento.

Essas restrições existem para assegurar que o comprador terá condições de pagar o financiamento e não ter problemas futuros. Confira 4 fatores que podem impedir o financiamento:

1. Nome negativado

A causa mais comum de não ter o financiamento aprovado pela instituição financeira é possuir o nome negativado — o famoso “nome sujo”. Se o comprador tem um episódio de inadimplência em seu histórico financeiro, será mais difícil achar um banco que aceite ceder crédito a ele. Por isso, não permita que o seu nome seja negativado.

O financiamento é uma excelente maneira de comprar o seu imóvel, mas é necessário fazer um planejamento financeiro para o financiamento e não ter surpresas no futuro!

2. Não possuir reserva para a entrada

Na hora de financiar um imóvel, é preciso ter uma reserva para dar de entrada. Especialistas recomendam financiar até 70% do valor total do imóvel. Isso significa que o restante deverá vir de outra fonte: da sua poupança ou do seu FGTS, por exemplo.

Dar uma entrada maior é uma forma inteligente de contratar um financiamento. Quanto maior o valor de entrada, menor será o montante financiado. Se o valor a ser financiado será menor, os juros também serão mais baixos.

3. Não ter renda suficiente

No financiamento, é preciso comprovar renda suficiente para o pagamento das parcelas. Para isso, o valor de cada parcela não pode ultrapassar 30% da sua renda. Isso significa que uma pessoa que recebe R$ 2.500 só pode assumir parcelas de até R$ 750.

Porém, se essa é a sua situação, existe uma saída! A composição de renda familiar pode aumentar esse limite e te ajudar a financiar o imóvel.

4. Problemas com os documentos

Ao solicitar o financiamento imobiliário, você deverá apresentar alguns documentos à instituição financeira. Existem algumas diferenças entre os bancos, mas, em geral, você deverá providenciar os seguintes documentos:

  • carteira de identidade;
  • comprovante de renda;
  • última declaração do imposto de renda;
  • carteira de trabalho (para usar o FGTS).

Muitas pessoas não sabem disso e acabam perdendo a oportunidade de fazer o financiamento por possuir restrições com a Receita Federal, por exemplo. Outro problema comum é com a documentação do imóvel. Portanto, certifique-se de que toda a documentação está certa antes de dar entrada no pedido!

Estou pronto para financiar a casa própria!

Conquistar o imóvel dos seus sonhos pode estar mais próximo do que você imagina. As vantagens do financiamento são uma grande oportunidade para deixar a sua família ainda mais perto desse sonho, mas é preciso estar preparado para realizá-lo sem surpresas desagradáveis no caminho.

Por isso, determine o preço do imóvel e verifique se você possui renda e reserva suficientes para solicitar o financiamento para essa faixa de preço. Lembre-se também de ficar em dia com as suas contas para não ter nenhuma restrição no seu nome.

Com atenção a esses 4 fatores e seguindo as nossas dicas, vai ser muito mais fácil financiar a casa própria!

E você, gostou desse post? Então curta nossa página no Facebook e siga nosso perfil no Twitter para não perder outras dicas exclusivas como essas!


Rua Professor Augusto Ruschi, Nº 3233, Esquina com Av. Luciano das Neves, Praia de Itaparica, Vila Velha - ESCEP 29102-065
Rua Henrique Moscoso, Nº 717, Ed. Vila Velha Center, Praia da Costa, Vila Velha - ESCEP 29100-021