Clique para falar via WhatsApp

Clique para fale pelo Skype

Clique para falar com um corretor

Clique para acessar nosso Instagram

Clique para acessar nosso canal no Youtube

Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Conforme o tempo passa, surge a necessidade de adquirir um bem durável. Assim, basta entrar um dinheiro a mais no orçamento ou surgir uma oportunidade de crédito com o banco que aparece a dúvida: comprar um carro ou imóvel?

Ambos são conquistas que a maioria das pessoas desejam, mas nem sempre é possível adquiri-los juntos. Para ajudar você a tomar essa decisão, preparamos este post com os principais prós e contras  de investir em carro ou imóvel. Confira!

Qual a diferença entre gasto e investimento?

Primeiramente, é importante diferenciar gasto e investimento. Quando gastamos dinheiro, é porque estamos adquirindo ou pagando por algo que não terá retorno.

Embora possa ser necessário, trata-se de um dinheiro “perdido”. É o caso do dinheiro que usamos para comprar roupas, comida, lazer, etc. Apesar dos benefícios que temos dos gastos, esse dinheiro não vai voltar para o nosso bolso.

Já o investimento é um dinheiro aplicado em um bem que pode render retorno futuro. É o caso de títulos, aplicações bancárias e imóveis, por exemplo. Às vezes pode até demorar, mas o dinheiro retorna. A quantia vai depender de como será gerenciado esse investimento: se bem cuidado, é possível obter uma boa renda dele.

Devo investir em um carro?

Ter um carro é o sonho de muita gente, principalmente de quem mora em grandes cidades. Com um veículo, é possível se dirigir a qualquer lugar com conforto e rapidez. Porém, esse é um investimento que precisa de muito planejamento e pode gerar muitos gastos indesejados.

Ao adquirir um veículo, é preciso se preocupar constantemente em abastecê-lo, cuidar da mecânica, pagar seguro, licenciamento, IPVA, vistoria, dentre outros gastos.

Além disso, é importante ter a consciência que nem sempre o modelo escolhido vai manter o preço de mercado com que foi adquirido — ou seja, muitas vezes um carro acaba se tornando um gasto, e não um investimento.

Além disso, se for comprado por financiamento, um carro pode ser uma dívida que dura muitos anos. Muita gente acaba renovando o financiamento após certo tempo para trocar o veículo por um modelo melhor. Isso pode levar a um ciclo sem fim, criando uma dívida quase permanente.

Devo investir em um imóvel?

A compra de uma casa ou apartamento parece um investimento muito maior e mais importante se comparada à aquisição de um automóvel — e isso é verdade! Porém, além de garantir uma moradia, é um bem que dificilmente vai se desvalorizar.

Assim como no caso do carro, é preciso muito planejamento e cuidado na hora de investir em um imóvel. É bom ter atenção com todos os detalhes do contrato de aquisição. Também é importante se planejar para não gastar mais do que pode.

Mesmo com gastos como taxa de condomínio e manutenção básica do imóvel, o retorno do investimento é garantido. A maioria dos imóveis são adquiridos por meio de financiamentos, que podem ser pagos conforme o tempo previsto ou amortizados com o uso do FGTS.

Carro ou imóvel: afinal, qual devo escolher?

Apesar de um automóvel proporcionar conforto e independência, ele também pode acabar se tornando um grande problema para o proprietário. Além disso, há sempre o risco de ter o veículo roubado ou danificado, levando ao prejuízo.

O investimento em um imóvel pode assustar muita gente, mas ele também pode ser a escolha certeira para quem deseja um bem durável e deseja mais segurança a longo prazo. Dificilmente, uma casa ou apartamento perde o valor, principalmente se tiver boa localização e for bem cuidado.

E então, qual investimento é mais adequado para as suas necessidades e objetivos: carro ou imóvel? Conte pra gente aqui nos comentários!


Rua Professor Augusto Ruschi, Nº 3233, Esquina com Av. Luciano das Neves, Praia de Itaparica, Vila Velha - ESCEP 29102-065
Rua Henrique Moscoso, Nº 717, Ed. Vila Velha Center, Praia da Costa, Vila Velha - ESCEP 29100-021