Clique para falar via WhatsApp

Clique para fale pelo Skype

Clique para falar com um corretor

Clique para acessar nosso Instagram

Clique para acessar nosso canal no Youtube

Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O final de ano é o momento de celebração e festas com a família, os amigos e, claro, os animais de estimação. Quem tem pets sabe das responsabilidades com os bichinhos e de como eles ficam sensíveis durante essa época do ano. Barulhos de fogos e muitas pessoas em casa são os principais motivos de stress dos animais. Os donos devem se preparar para ter cuidados com cães e gatos.

Como fazer então, já que não dá para evitar o barulho, o tumulto e, eventualmente, viagens nas quais não vai dar para levar o animal? Existem maneiras de precaver, ou pelo menos aliviar, o stress dos pets durante as festas de fim de ano. Em todas elas é necessário pensar no conforto e alimentação dos cães e gatos.

Cuidados com cães e gatos em casa nas festas

Os gatos aparentam ser mais fáceis de lidar, mas existem os que ficam mais tímidos e assustados quando chegam visitas em casa. Eles costumam ter um cantinho que correm para se esconder logo quando veem o espaço invadido e onde se sentem seguros. Os donos devem respeitar esse espaço e evitar que as pessoas se aproximem, pois os gatos costumam se reprimir mais ainda ou até mesmo ficar ariscos. Eles sentem, naturalmente, a hora de deixar o local. Os donos precisam checar de tempo em tempo e procurar dar carinho enquanto a casa está cheia para passar para o bichano que está tudo sob controle.

Já os cachorros podem não mudar de temperamento no decorrer de uma visita e se assustar bastante com uma maior quantidade de pessoas na casa. Ao receber convidados para festas de Natal e Ano Novo, o dono precisa deixar o bicho à vontade de acordo com o comportamento dele. Os mais sociáveis podem andar pela casa sem problemas. Aqueles que costumam ficar mais agressivos devem ser colocados em um local onde fiquem mais calmos, com água e comida. O dono precisa dar atenção sempre que possível durante as festas.

Os convidados têm que ser orientados a não dar comidas que tanto os gatos quanto os cachorros não estejam acostumados a comer. Eles podem passar mal e adoecer no momento ou logo depois. A dieta dos pets deve ser a mesma de sempre. Se os animais socializam facilmente, o dono da casa deve orientar os visitantes a dar atenção ao pet também, pois ele ficará mais confortável.

Fogos de artifício

Fogos de artifício

É normal gatos e cachorros se assustarem durante a queima de fogos de artifício e rojões. A reação natural é latir, correr, se esconder em locais pequenos, ter tremores, taquicardia e salivação. Por conta desse comportamento é aconselhável não prender os animais em coleiras, pois podem se enforcar na hora do desespero. É recomendável aos donos não reprimir as reações dos pets. Elas são naturais e eles devem receber atenção e carinho. Seguem algumas dicas para deixar os cães e gatos tranquilos durante os fogos:

  • Dê alimentos leves. Problemas estomacais causados por pânico levam à morte;
  • Mantenha-os em um local seguro dentro de casa, onde seja possível fechar as portas e janelas afim de deixar uma iluminação suave no cômodo;
  • Nas coleiras dos animais deixe-os identificados, caso eles cheguem a fugir;
  • Abafe o som no cômodo o máximo possível, para que ele não escute os fogos.

Planejamento para as festas

O preparo para os pets ficarem confortáveis durante o final do ano começa antes das festas. Os donos têm que levar os animais para o veterinário com antecedência. O objetivo da consulta é falar do comportamento dos cães e gatos em momentos festivos. O veterinário poderá receitar medicamentos que ajudarão o pet a ficar tranquilo ao passar por stress.

A recomendação de ir alguns meses antes é para que os medicamentos façam efeito. Existem remédios que não são efetivos de um dia para o outro. Os donos também devem ficar preparados para possíveis reações alérgicas dos bichinhos. Os hoteizinhos são uma opção para deixar os animais nessa época do ano, caso o dono vá viajar ou já saiba que seu cachorro ou gato não fica bem de forma alguma com as visitas e os fogos. Como você está se preparando para cuidar do seu pet no final do ano? O que você costuma fazer para deixar seu cão ou gato tranquilo? Conte nos comentários!  


Rua Professor Augusto Ruschi, Nº 3233, Esquina com Av. Luciano das Neves, Praia de Itaparica, Vila Velha - ESCEP 29102-065
Rua Henrique Moscoso, Nº 717, Ed. Vila Velha Center, Praia da Costa, Vila Velha - ESCEP 29100-021